• Maiara Dreifke

5 Dicas incríveis para deixar sua casa mais "zen"

Atualizado: Out 20

Você sabia que a milenar arquitetura oriental, pode fazer sua casa parecer mais clean e utilitária? Hoje vamos falar sobre aspectos predominantes na arquitetura japonesa e chinesa e como eles podem ser adaptados para sua casa.


1. FENG SHUI



O Feng Shui é uma técnica chinesa para criar harmonia nos ambientes através da preocupação com a energia vital dos ambientes. Essa harmonia é conquistada, entre outras coisas, com uma boa circulação de ar e iluminação.


Temos um artigo completo só sobre esse tema aqui, mas a principal forma de aplicação dessa técnica é através do layout dos ambientes, com uma circulação ampla e aberturas para passagem de ar e luz.


2. WABI SABI


Apartamento com materiais ásperos e formas

predominantemente orgânicas.


Wabi Sabi é um conceito japonês do século XV. Tendo base em 3 ensinamentos budistas, que de forma simplificada, significam a aceitação da transitoriedade e das imperfeições, o wabi sabi busca tranquilizar a mente com o uso do monocromático, da assimetria e da organicidade.


Esse conceito pode ser aplicado nos ambientes da sua casa na decoração, com peças de porcelana rachadas ou objetos com formas orgânicas. Além disso, materiais mais rústicos ou ásperos também seguem o viés da proposta.


3. LIGAÇÃO COM A NATUREZA


Nesse ambiente, por exemplo há um grande

destaque a fibras naturais e madeira bruta.


A natureza tem um papel bastante central na decoração dos lares chineses e japoneses. De modo que materiais naturais como madeira, bambu, fibra natural e palha ganham muito destaque, um grande exemplo são as shoji, portas de correr de papel arroz com moldura de madeira.


Essas portas são ideais para permitir a passagem de luz pelos ambientes e tem um aspecto clean que pode ser integrado com praticamente qualquer estilo arquitetônico. Ademais, o papel arroz que é muito delicado, pode ser substituído por materiais mais resistentes como o vidro jateado.


Aqui as portas são usadas para

dividir ambientes, proporcionando

certa privacidade, mas ao mesmo

tempo permitem a passagem da

iluminação natural.


4. ORIGAMI


Essa técnica chinesa que pode ser tão antiga quanto o papel vai deixar sua casa com uma cara única.


Uma dica muito legal é usar origami como objeto de decoração, você mesmo(a) pode fazer e ele pode ser usado em uma cortina ou um móbile. Uma alternativa para quem não tem muitas habilidades manuais são peças prontas inspiradas nessa técnica.












Exemplos de móbile feito com pequenos tsurus e de

uma peça de cerâmica inspirada na técnica milenar.


5. PAISAGISMO


O paisagismo nacional é muito influenciado pelo oriental em relação às intenções desejadas com os ambientes externos. De modo que, geralmente jardins projetados com intuito de transmitir calma e serem locais ideais para reflexão e autoconhecimento, têm muitos aspectos em comum com os jardins orientais.

Jardim com lago de carpas cercado por buchinhos , esculturas e bonsais


Não obstante a isso, uma boa dica para transformar seu jardim em um refúgio da vida movimentada é utilizar elementos de cerâmica que lembrem a ancestralidade dos estilos orientais. Esculturas e bustos também podem transmitir essa ideia, além, é claro, dos bonsais.


Imagem que representa a floração das cerejeiras no Japão.


O uso de materiais que remetam a cerejeira japonesa na decoração são uma boa pedida e ajudam a transmitir esse sentimento de calmaria pretendido, assim como os materiais naturais.

Gostou das dicas? Espero ter te inspirado a mudar um pouco as coisas por aí. Se precisar de ajuda na hora de redecorar, chama nossa equipe!


© 2023 por Casa e Interiores. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round
  • Instagram - Black Circle

0-800-000-0000   |   info@meusite.com

CONTATO

(55) 9 8100 3212

contato@basejr.com.br

UFSM, Av. Roraima nº 1000, Bairro Camobi, Centro de Tecnologia,

Anexo C - Sala 1103A, Santa Maria - RS

  • Facebook
  • Instagram
  • Mapa

MANDE UMA MENSAGEM

*Não estamos contratando. Não aceitamos currículos.