• Daniel Ebling

CASA DOS SONHOS: construí-la ou comprá-la?

O sonho de obter a casa própria é comum entre a maioria dos brasileiros, mas junto com esse desejo está a dúvida de qual será a melhor forma para alcançá-lo, sendo construindo ou comprando.



A vontade de ter a casa própria não é algo recente, mas é sempre bem vista aos olhos, seja para morar ou para investir. Esse artigo destaca alguns pontos positivos de construir o seu sonho de forma planejada.


É claro que alguns pontos devem ser analisados como tempo, custo e trabalho para cada um dos casos. É visto que hoje em dia é muito difícil encontrar uma casa do jeito que você está desejando, localizada onde sempre imaginou e com todas as instalações da casa em ordem.


Com a construção é garantido que o tempo de durabilidade será bem maior, ainda mais que estará iniciando a vida útil das instalações, com o auxílio de um projeto arquitetônico terá a posição dos cômodos e das instalações elétricas e hidráulicas previstas, inibindo futuros problemas em mobiliar a casa.


Sem reformas:


Pensar no ambiente desde o começo, trás a você a confiança de que o resultado sairá como o esperado, sem precisar de futuras reformas e modificações na casa. O projeto de arquitetura residencial está sempre preocupado com a forma que cada cômodo impactará no seu dia-a-dia e no ambiente, buscando a harmonia entre esses espaços e a praticidade nos deslocamentos e na realização das atividades diárias, proporcionando conforto para quem vive.


Não precisando adaptar o seu jeito de viver ao ambiente, mantendo sua rotina, com um local que foi pensado para suas necessidades diárias e para sua forma de utilizar o espaço.


(Imagem: projeto de arquitetura residencial finalizado em 2017)

Espaço personalizado:

Com uma pesquisa de mercado simples, pode-se notar que os imóveis seguem um padrão, apresentando pouca diferença entre suas dependências. Fato que pode ser bastante crítico, pois escolher um padrão de moradia é algo que não se aplica na prática, cada família tem seu modo de viver e gostos, assim, não obedecendo um modelo imposto.


A arquitetura em contrapartida apresenta projetos fora dos padrões, ajustados com seus gostos e estilo de vida, construir casas hoje em dia significa modernizar o local.


O projeto arquitetônico tem como propósito entender seu estilo de vida e a importância de cada espaço da sua casa, para então ajustar nos projetos, para que o ambiente gere um impacto positivo nos seus dias.

Investimento:

Um dos principais pontos a serem analisados antes de cada aquisição é, claro, o custo. Em visão disso a opção de construir acaba sendo a melhor escolha.


Com o auxílio de um projeto arquitetônico, com todos pontos vistos, a obra ocorre sem gastos a mais do que o previsto. A construção de uma casa idealizada desde o início possibilita que você tenha todos os projetos conciliados, para que as instalações elétricas e hidráulicas possam ser introduzidas sem mais despesas.


A vantagem, neste caso, consta que uma casa construída tende a ser até 30% mais barata do que uma comprada. Além de que após a obra finalizada seu imóvel sofrerá uma boa valorização. Para que a construção da casa seja do jeito que você está imaginando, ela necessitará de seu acompanhamento, tanto na obra como na escolha de materiais.


Um arquiteto tem competência para auxiliar e lhe indicar qual será a melhor solução para cada ambiente, para isso, o projeto tem que acontecer com contato direto entre o profissional e o dono da casa, para que no final, proporcione uma casa ideal ao morador.


Quer saber mais? Acesse https://www.basejr.com.br/arquitetura-residencial

237 visualizações

© 2023 por Casa e Interiores. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Black Round
  • Twitter Black Round
  • Instagram - Black Circle

0-800-000-0000   |   info@meusite.com

CONTATO

(55) 9 8100 3212

contato@basejr.com.br

UFSM, Av. Roraima nº 1000, Bairro Camobi, Centro de Tecnologia,

Anexo C - Sala 1103A, Santa Maria - RS

  • Facebook
  • Instagram
  • Mapa

MANDE UMA MENSAGEM

*Não estamos contratando. Não aceitamos currículos.